Quem somos

Associação Filantrópica NOSSO LAR foi fundada em 1949, inicialmente, para atender uma situação de saúde. A prioridade foi substituída depois que o serviço foi implantado pelo poder público. Então, a entidade passou a investir em demandas no contexto social, com cursos profissionalizantes e assistência familiar. Atualmente, se firmou como uma Instituição que desenvolve diversos projetos e atua em diversas áreas.

 

  • Missão e Visão

    MISSÃO: Prestar assistência social valorizando o “ser integral” e as potencialidades da pessoa, visando a inclusão social e melhoria da qualidade de vida, atuando com projetos sociais.

    VISÃO: Socializar conhecimentos da experiência profissional do atendimento aos segmentos atendidos e colaborando com políticas sociais no enfrentamento aos desafios sociais.

  • Diretoria

    LISTA ATUAL DIRIGENTES

    MANDATO:  18 dezembro de 2015 à 18 de dezembro 2017.

    DIRETORIA

    Eurípedes do Amaral – Presidente
    Manuel Segarra Cifre – Vice – Presidente
    Juliana Rachel Fante -  1ª Secretária
    Marcos Zanotti – 2º Secretário
    Airton Mesquita – 1º Tesoureiro
    Aref Sabeh – 2º Tesoureiro

    CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

    Fahd Dib Júnior
    José Homse
    Lúcia Sueli Costa Mesquita
    Marcos Domingos Somma
    Orlando Baptista Ramos
    Rose Meiri Blefári Silva
    Vera Lúcia Marquezine
    Elza Maria Ribeiro dos Santos

    CONSELHO FISCAL

    Emígdio Fante
    Elisete Lourenço Yoshida
    Sonia Valéria Marquezine

  • Equipe
    • 24 Profissionais contratados
    • 4 Estagiários remunerados
    • 17 Voluntários permanentes
    • 8 Voluntários eventuais
    • 10 Estagiários voluntários
    • 8 Profissionais autônomos
  • História

    A Associação Filantrópica NOSSO LAR foi fundada em 1949, inicialmente, para atender uma situação de saúde. A prioridade foi substituída depois que o serviço foi implantado pelo poder público. Então, a entidade passou a investir em demandas no contexto social.

     

    Implantou um projeto social voltado para cursos profissionalizantes de datilografia, corte, costura e, posteriormente, de computação, formando cerca de 13 mil pessoas ao longo de quase 50 anos. Paralelamente, era desenvolvido o projeto Assistência Familiar que continua até os dias de hoje.

     

    Com o reconhecimento comunitário, novos projetos foram incorporando sua prática. De 1973 a 1979, desenvolveu uma parceria com Governo do Estado, desenvolvendo o Projeto PLIMEC, com atendimento preventivo para adolescentes e jovens em Assis.

     

    Em 1992, no dia 02 de junho, uma nova unidade foi inaugurada, com amplo espaço físico. Era o Centro de Atendimento à Pessoa com Deficiência, hoje denominado SER (Serviço Especial de Reabilitação Dr. Rubens de Araújo Tucunduva).

     

    De 2000 a 2003, o NOSSO LAR desenvolveu o projeto Fortalecendo a Família. Também no ano 2000, implantou o projeto Jovens em Ação para o atendimento preventivo a adolescentes e jovens que se encontravam em conflito com a lei. A partir de 2003, passou a executar Medida Socioeducativa de Liberdade Assistida e Prestação de Serviços à Comunidade.

     

    Em 1999 e 2003, foi contemplada com o Prêmio Bem Eficiente como uma das “50 melhores entidades beneficentes e sem fins lucrativos do Brasil, pelo trabalho e desempenho excepcional, dentro de uma estrutura profissional organizada e transparente para seus doadores”. O referido prêmio foi patrocinado pela Accor, Banco Dibens, DM9 DDB, Firmenich, Grupo Solvay, Intermédica Sistema de Saúde etc.

     

    Em 2010, foi contemplada com o “Selo Parceiros do Bem – Vale Paranapanema” concedido pelo CIVAP (Consórcio Intermunicipal do Vale Paranapanema e Instituto Social). Em 2014, foi contemplada com o 2º Lugar do Prêmio Inovação Social promovido pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, referente aos Egressos de Medida Socioeducativa, concorrendo com o Programa de Proteção Social Básica do Estado de São Paulo.

     

    A população atendida, infanto juvenil com necessidades especiais, adolescentes e famílias, acolheu nesses últimos anos diretamente:

     

    • 1.672 pessoas e somou 66.911 atendimentos em 2011;

     

    • 2.135 pessoas e somou 68.129 atendimentos em 2012;

     

    • 2.727 pessoas e somou 87.593 atendimentos em 2013;

     

    • 2.237 pessoas e somou 82.316 atendimentos em 2014.

     

    Contou com equipes interdisciplinares de várias áreas profissionais para cada projeto desenvolvido. Importantes parceiros foram inseridos nesse processo, e isso é fundamental para a melhoria da qualidade dos serviços e dos resultados. Inúmeras parcerias e convênios possibilitam a manutenção dos 05 projetos em desenvolvimento. Cada projeto conta com várias fontes de financiamento, entre as quais o governo federal, estadual e municipal, empresas parceiras e pessoas físicas. Com relação aos recursos financeiros, 17,40% são de recursos próprios de campanhas financeiras diversas, 25,14% de empresas privadas e 57,46% das instâncias governamentais.

     

    O controle e acompanhamento dos projetos são pelos seguintes órgãos de controle: Centro de Referência Especializada da Assistência Social, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho Tutelar, Conselho Municipal de Assistência Social, Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Prefeitura Municipal e órgãos de Auditoria, Ministério da Justiça, Receita Federal, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social, Poder Judiciário e Ministério Público, Centros de Referência da Assistência Social, Secretarias Municipais da Assistência Social, da Educação e da Saúde. Tais órgãos garantem o controle da questão legal da entidade, qualidade dos serviços, alinhamento quanto à política pública, uso adequado dos recursos financeiros.

NOSSOS OBJETIVOS

  • SER - Serviço Especial de Reabilitação

    Realizar atendimento especializado para crianças e adolescentes com necessidades especiais na área da Assistência Social, Saúde e Educação, garantindo bens e serviços que facilitem sua inclusão social, a reabilitação e a melhoria da qualidade de vida. Primar pela autonomia e melhores condições de sobrevivência da pessoa com deficiência e de sua família. Garantir o acesso a bens e serviços, viabilizando os direitos sociais previstos na Lei. Reforçar o caráter preventivo e interventivo do serviço com foco principal na qualidade de vida das crianças e adolescentes com deficiência e suas famílias, num constante exercício de cidadania.

  • Integr@Assis

    Propiciar o fortalecimento da autonomia e cidadania aos adolescentes. Favorecer oportunidades de aprendizagem e de reflexão sobre seus projetos de vida, focando na proteção integral. Envolver as famílias no processo de responsabilização e fortalecimento dos vínculos. Possibilitar práticas voltadas ao protagonismo juvenil.

  • Jovens em Ação

    Viabilizar a execução do programa de MSE de Assis, dando continuidade ao processo de atendimento integral e articulado em rede aos adolescentes que cumprem medida socioeducativa de Liberdade Assistida e Prestação de Serviços a Comunidade, visando a inclusão social e elaboração de novas condutas, através do acesso às políticas públicas, de novas oportunidades de aprendizagem, da reflexão de seus comportamentos, valores e possibilidade de desenvolvimento pessoal, social, educacional, esportivo, cultural, inclusão digital, profissional, artístico, geração de renda, bem como sua preparação e inserção no mercado de trabalho. Envolver as suas famílias neste processo, auxiliando-os quanto a sua responsabilidade, o saber lidar com conflitos e fortalecimento de vínculos. Possibilitar práticas em consonância com o ECA, SINASE e SUAS, respeitando os princípios de valorização da proteção social e do ser integral, bem como a importância das ações socioeducativas, protagonismo juvenil e observação aos interesses dos adolescentes como forma de contribuir para o repensar de novos projetos de vida a partir da inclusão social e redução de práticas infracionais.

  • Assistência Familiar

    Atender famílias em processo de exclusão social, favorecendo o acesso ao exercício de cidadania.

  • Rede Ciranda

    Fomentar o desenvolvimento de ações protagonizadas pela rede de atenção à criança e ao adolescente de Assis, oportunizando o protagonismo dos atores por meio de espaços de diálogo e ação, que possibilitem a participação ativa dos representantes das áreas da assistência social, educação, saúde, segurança pública e controle social, na busca pela efetivação do sistema de garantias de direitos da criança e adolescente e seus familiares.